Etiquetas

1532088_10152001194231710_2627745949267229810_n

Esta semana a minha escolha versa uma serie que, durante oito anos, me deixou presa ao ecrã- Dr.House. Esta serie estreou no decorrer de 2004 e terminou em Maio de 2012. Foi criada por David Shore e protagonizada, por um ator que eu admiro imenso, Hugh Laurie.

A trama decorre num hospital do estado de New Jersey nos E.U.A e versa a resolução de casos extremamente complicados que são entregues ao Departamento de Medicina Diagnóstica. Este departamento é liderado por Gregory House, um excelente médico com uma capacidade incrível de fazer conexões entre os sintomas e encontrar soluções para os casos que lhe são entregues.

Contudo House também é portador de um mau feitio incrível. Depois de uma operação mal sucedida, fica com uma deficiência na perna que o deixa com imensas dores e é esse o motivo que o leva a ficar viciado em vicodin. Alias durante algumas temporadas podem ver as tentativas que ele faz para se livrar desse vício, que o deixa num estado lastimável e destrói praticamente todas as ligações que ele tinha construído.

Esta personagem é muito peculiar, devo dizer-vos que é das minhas personagens preferidas de todas as series que já vi até agora. As suas narrativas são feitas sempre (ou quase sempre) com a utilização da ironia. Tem uma personalidade fincada, não é afetuoso mesmo quando gosta das pessoas, a ligação que mantém com os seus pacientes é nula e na maior parte das vezes nem entra em contato com eles. Apesar de ser um drama a serie torna-se engraçada graças a ele.

A equipa médica do departamento de diagnóstico é composta nas primeiras temporadas por Cameron (Jennifer Morrison), Foreman (Omar Epps) e Chase (Jesse Spencer). Na quarta temporada surgem novos médicos na sua equipa, Remy Hadley “13” (Olivia Wilde), Chris Taub (Peter Jacobson) e Lawrence Kutner (Kal Penn). E com tanta movimentação das personagens, na oitava temporada ainda aparecem dois novos médicos Chi Park (Charlyne Yi) e Jessica Adams (Odette Yustman).

House mantem uma ligação com a sua chefe, Cudddy (Lisa Edelstein) bastante complicada e o seu melhor amigo, Wilson (Robert Sean Leonard) nem sempre está do seu lado. Os últimos episódios desta serie são brilhantes e adorei o final.

Acompanhei o House episódio a episódio e confesso que tenho saudades. Todavia acho que acabaram na altura ideal, apesar de adorá-la já não havia muito para dar ao espetador. Foram oito temporadas muito ricas com imensa historia, muito bem conseguida por David Shore.

House, M.D recebeu imensos prémios ao longo das oito temporadas, incluindo dois globos de ouro. Para quem não conhece ou nunca viu eu sugiro que acompanhem as aventuras do médico mais controverso de sempre e da sua equipa.

Anúncios