Etiquetas

JESSICA CAPSHAW, GEENA DAVIS

Com certeza o episódio mais dramatico desta temporada.

É desse modo que começo a review desta semana, quem estava á espera desta reviravolta? Confesso que não esperava tanto. Um episodio absolutamente imperdivel, com tudo aquilo que adoramos.

Ponto forte da semana: a relação de Mer e Derek. Não era de esperar que algo deste genero pudesse acontecer, os dois atores estiveram muito bem neste confronto. Mas (dando a minha opinião) Meredith está a ser bastante injusta, a mim parece me que esta a ter a mesma atitude que Richard tomou com a sua mãe. Está a agir por ciumes e inveja. O amor entre eles deveria ser bem mais forte do que isso, afinal já passaram por tanto. Já lá vão 10 anos de encontros e desencontros.

Outro facto inesperado, foi a gravidez de April, espero que não seja o mote de partida para tirarem Kepner da serie com mais uma morte. Seria uma pena que este casal,depois de tudo o que passaram para ficar juntos acabassem desse modo.

Será que Amy vai conseguir salvar Hammer?(A personagem desta médica está hilariante, deu um novo folgo e dinamica á personagem de Arizona)E o que acharam daquela aproximação de Hunt e Amy? Parece-me que estamos no inicio de uma grande amizade. Já Arizona e Torres parecem mais distantes. Torres parece firme em não querer recuar na sua decisão apesar de estar a passar por um momento mais delicado.

Extraordinario o modo como trabalharam todas estas historias, conseguiram voltar a cativar o publico e a entusiasmar os fãs. Não vejo a hora de assistir ao próximo capitulo. Esta temporada ja merecia uns prémios.

E termino com a reflexão de Grey:

‘A memória de ninguém é perfeita ou completa. Nós misturamos as coisas, perdemos a noção do tempo. Estamos num lugar e depois em outro. E tudo pare um grande e inevitavel momento. É como a minha mãe costumava dizer: o carrosel nunca para de girar. ‘

Boa semana :)

Pontução: 9

Anúncios